O Crescimento das Apostas Desportivas em Portugal

O mercado das apostas desportivas tem crescido em Portugal de forma gradual nos últimos anos e, segundo a SRIJ, cada vez mais os portugueses procuram divertir-se através destas plataformas, onde o futebol continua a ser o desporto rei. Todavia, porque será que há tanta procura?

O gosto pelo desporto dos portugueses

Em Portugal o desporto é muito procurado pelos portugueses, seja ele futebol ou outra qualquer modalidade. Na verdade, somos um país onde os desportos fazem parte da nossa vida. E, por isso, as apostas desportivas têm tido um crescimento tão forte no país. Segundo a entidade reguladora de jogos (SRIJ) já são três anos de crescimento no volume de apostas, não só em número de jogadores, mas também em dinheiro investido para este tipo de diversão que, nem sempre, é igual a lucro.

A oferta em Portugal

Na verdade, para dar seguimento a tanta procura por parte dos portugueses surgem, cada vez mais, casas de apostas legalizadas em Portugal, o que leva até ao momento o número para 23 entidades legalizadas junto da SRIJ. Isto é, na prática, o fator mais importante que um apostador deve ter quando procura divertir-se nas apostas desportivas. Afinal, só assim está protegido de possíveis infrações por parte das plataformas.

Todas as plataformas, aos dias de hoje, oferecem um serviço bastante similar, onde se diferem na oferta dos seus bónus, promoções, aplicações de telemóvel e cotações. Todavia, a concorrência está cada vez mais forte e a oferta, mesmo sendo elevada, remete-se ao mesmo fator: a diversão!

A diversão em busca de um extra

É notório que o futebol é o desporto rei em Portugal, como em maioria do mundo. Contudo, a diversão tem sempre um objetivo atrás da diversão, a tentativa de ganhar algum dinheiro. Há vários anos atrás as plataformas foram proibidas em prol de rever todas as regras de apostas, em prol de proteger a modalidade e os apostadores. Com a aparição do Placard na realidade portuguesa, percebeu-se que o desporto era uma solução para tornar a diversão lucrativa. A par de outros jogos de fortuna ou azar, como raspadinhas, totoloto e afins, as apostas desportivas tornam-se o jogo mais procurado pelos portugueses.

Num rápido momento percebeu-se que a diversão tinha um objetivo, alavancar um extra para as contas, mesmo que fosse através de probabilidades. Assim, após revisão das leis, as apostas desportivas voltaram a ter as casas de apostas a surgir no mundo virtual, tornando-se rapidamente um mundo em crescimento.

Os prognósticos de ajuda

Com o crescimento das casas de apostas em Portugal, a verdade é que surgem, de igual proporção, websites que criam prognósticos para as principais modalidades, tentando ajudar os leitores a conquistar mais vitórias nas suas apostas desportivas. Em caso de seres Brasileiro, poderás estar em plataformas do teu país, como é o caso da casa de apostas 365.

Ainda que estas plataformas tenham equipas de profissionais a analisar os jogos, a verdade é que não podem garantir que irão ganhar tudo. Mas, muitos portugueses que têm pouco conhecimento de futebol, por exemplo, tendem a realizar as suas apostas olhando apenas a probabilidades e não a fatores importantes, como o momento das equipas.

Assim, surgem estes websites, que são cada vez mais, para tentar dar conhecimento de tudo que pode acontecer num jogo, pois, existem inúmeros fatores para que as cotações oferecidas pelas casas de apostas não estejam 100% corretas. Afinal, os desportos são vividos de momentos e de várias variações.

Posto isso, em Portugal, além de uma oferta muito interessante de casas de apostas, com cotações aliciantes, os websites de prognósticos surgem para dar mais conhecimento aos apostadores, o que deve ser aproveitado e analisado de forma coesa.

A atenção a ter nas apostas desportivas

As apostas desportivas podem ser uma forma de diversão, mas devem ser levados em conta alguns critérios para que não passe de uma diversão para um vício. Primeiramente o dinheiro deve ser levado muito a sério e, nunca deve ser utilizado dinheiro que possa fazer falta durante o mês. Se é um hobby, deve ser levado como tal e, para lazer o dinheiro não pode ser o fator primário. Além disso, deve existir uma gestão de banca para que não se entre em busca do lucro, mas sim limitar as apostas diárias ou o valor diário a ser utilizado.

Por último, como fator importante, saber fechar a porta num dia negativo. Não se deve procurar sair positivo de um dia que está a correr mal, afinal, poderá tornar-se ainda mais negativo! Por isso, nada melhor do que procurar a diversão e não deixar o nosso psicológico passar desse mesmo motivo, a diversão!

Em caso de se tornar vicioso, existem formas que o governo colocou disponível para as pessoas procurarem ajuda, com uma equipa de profissionais. Esses contactos podem ser encontrados na página oficial da SRIJ! Divirta-se, com prudência.

Partilhe este artigo
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Deixe o seu comentário