Simulador Taxa de Esforço

Escrito por:

Diogo Cardoso
Taxa de Esforço

Uma taxa de esforço saudável significa que há porte financeiro para algum encargo indesejado ou também para a possibilidade de contratar um crédito. Muitas pessoas, por falta de informação, não sabem que é necessário uma taxa saudável para adquirir um crédito habitação, pois é obrigatório cumprir certos valores para tal, sendo normalmente abaixo dos 35%.

Com isso em mente, criamos um simulador da taxa de esforço que, mesmo não procurando um crédito habitação ou semelhante, deve ter o seu abaixo dos 35%, pois só assim será uma taxa saudável e que não o coloca em risco.

Dados para a simulação da taxa de esforço

Rendimentos mensais
Despesas mensais

Resultado da taxa de esforço

Dados em falta

Insira valores acima para ver os resultados da simulação

0%
Taxa de esforço saudável

Taxa de Esforço Saudável (Mensagem: A sua taxa de esforço está em estado saudável. Tem uma diferença entre rendimentos e encargos equilibrados, o que lhe proporciona espaço para investimentos. Ainda assim, salvaguarde-se e mantenha o seu orçamento sustentável.

O que é a Taxa de Esforço?

A taxa de esforço é a relação entre os seus rendimentos mensais (líquidos) e as despesas que arrecada. A título de exemplo, uma taxa saudável tem que ser inferior a 35%, significando que o agregado familiar consegue pagar as despesas mensais e ter uma fatia de parte, para poupar ou investir.

Para utilizar o simulador de taxa de esforço tem que ter em conta todas as despesas mensais, tais como:

Prestações do Crédito Habitação;

Primeiro, colocar em cima da mesa todas as despesas que existem fixas no mês. Porém, para fins de cálculo da taxa, apenas são calculadas as despesas fixas mensais, oriundas de créditos.

Todavia, como rendimento mensal liquido entende-se como os seus ganhos fixos, de qualquer origem. Assim sendo, considera-se o salário do seu emprego full-time, mas também outras remunerações que tenha, desde freelancer ou investimentos pessoais.

Por fim, o cálculo é feito da seguinte forma:

(Total de prestações financeiras / Rendimento mensal liquido) x 100 = Valor da Taxa de Esforço em percentagem.

Quando devo usar o simulador da Taxa de Esforço?

Na verdade, existem vários motivos para o uso do simulador. Ainda que o seu uso seja comum para perceber a que distância adquirir, por exemplo, um imóvel, existe também muita procura pelo simulador da taxa de esforço para criar um planeamento familiar, em prol de criar um orçamento capaz de ser saudável e criar uma boa saúde financeira na família.

Pedido de crédito habitação

Como citado anteriormente, a taxa de esforço é crucial para um pedido com sucesso de um crédito habitação. Na verdade, as suas finanças não podem ficar comprometidas e o banco tem isso em atenção. É recomendável uma taxa inferior a 30%. Contudo, acima desse valor, deve considerar seriamente em rever as suas despesas, em prol de aliviar as mesmas para esta finalidade.

Os bancos olham para esta taxa com a garantia de que irá ser capaz de pagar a sua prestação, usando também o mapa de responsabilidades para perceber a sua situação.

Outros tipos de crédito

Se já tentou e não conseguiu ter, por exemplo, um crédito pessoal, o problema poderá surgir da sua taxa de esforço. A instituição credora tem que confiar que o financiamento será pago na totalidade. Para isso, é de igual forma analisado o mapa de responsabilidades, assim como a percentagem da sua taxa de esforço.

Assim sendo, antes de fazer qualquer tipo de investimento, deve analisar a sua estabilidade financeira e utilizar o simulador de taxa de esforço. Seguidamente, irá ter noção do impacto que irá ter uma provável nova prestação no orçamento da sua família.

Conclusão

O simulador de taxa de esforço é uma excelente ferramenta para perceber em que ponto se situa nas suas finanças, mas também excelente para criar um orçamento familiar a longo prazo. Todavia, é igualmente usada para perceber se conseguirá arrecadar com novas prestações ou investimentos, pois, de facto, não é somente relevante ter o seu nome limpo no Banco de Portugal.

Artigo atualizado em janeiro de 2023.