Os 7 principais tipos de cheques existentes no mercado

tipo de cheques

Mesmo sendo menos usados do que os meios eletrônicos e automáticos, os chegues ainda são um meio de pagamento muito utilizado. Por isso, nada melhor do que perceber quais são os tipo de cheques existentes em Portugal!

Nos pagamentos feitos por cheque existem três intervenientes: 

  • A pessoa que passa o cheque;
  • O banco que emite o cheque;
  • A pessoa que recebe o cheque e que beneficiará do valor inscrito no cheque.

Tipos de cheques

O cheque permite as pessoas movimentarem fundos entre contas de deposito abertas nas diversas instituições de credito, e são classificados de acordo com a emissão, o pagamento, o endossamento e a indicação ou omissão do seu beneficiário. Assim, podemos fazer a divisão em 7 tipo de cheque, veja: 

  • Cheques bancários;
  • Cheque não à ordem;
  • Cheques ao portador;
  • Cheques nominativos;
  • Cheques cruzados;
  • Cheques visados;
  • Cheques pré-datados.

Saiba agora tudo sobre cada um dos tipos de cheques existentes adiante!

Cheques Bancários

Na pratica, é um tipo de cheque nominativo emitido pelo banco, não pelo titular da conta, em favor de uma terceira pessoa. 

Cheque não à ordem

São emitidos com indicação do seu beneficiário, permitindo assim, que somente o mesmo possa receber o valor em causa. Este tipo de cheque é considerado muito seguro, pelo fato do seu endosso não ser possível a terceiros. 

Cheques ao portador

Neste tipo de cheque não é preenchido o nome do beneficiário. Ou seja, são preenchidos todos os campos menos o nome da pessoa que pode levantá-lo (esse campo é preenchido posteriormente). Por não possuir beneficiário especifico, é o tipo de cheque com opção menos segura.

Cheques nominativos

Este nomeia o beneficiário da quantia em causa, devendo indicar o nome por extenso, de forma a ficar claro quem pode movimentar esse dinheiro. Para levantar a quantia em causa, o banco vai exigir que apresente um documento de identificação.

Cheques cruzados

Os cheques cruzados têm esse nome por serem cruzados no seu canto superior esquerdo com duas linhas paralelas, na diagonal. Dentro deste, há dois subtipos de cheques cruzados:

  • Cruzamento geral – quando não há qualquer indicação dentro das linhas que o cruzam, significando que este tipo de cheque deve ser depositado, sendo livre de escolher a instituição. Se, por acaso, for cliente do mesmo banco que o emitiu, pode recebê-lo ao balcão.
  • Cruzamento especial – quando entre as linhas aparece inscrito o nome de um banco, o cheque só pode ser depositado nessa mesma instituição bancária. Mantém-se, no entanto, a possibilidade de ser pago ao balcão se for cliente desse mesmo banco.

Cheques Visados

Os cheques visados ​​são assim denominados porque contêm uma garantia de fundos considerada suficiente para que o pagamento adequado ocorra no momento em que é submetido a uma inspeção visual por uma instituição bancária. O montante nele inscrito pode permanecer cativo (retido), por um período que não seja inferior ao prazo legal de pagamento.

Cheques pré-datados

Estes tipos de cheque já foram bastante utilizados, são normalmente passados com datas futuras específicas, mas não impede que faça o levantamento ou depósito em outras datas. Se o cheque pré-datado for apresentado a um banco numa data anterior a que consta no cheque, o Banco pagará o cheque, se os requisitos estiverem certos.

Isso acontece para que seja possível o pagamento de determinada quantia em prestações ou então para atrasar um pagamento até que os valores fiquem totalmente disponíveis.

Importante realçar que em caso de perda ou furto dos cheques, deve de imediato dirigir-se ao seu banco e solicitar o cancelamento. Desta forma, evita que o pagamento dos valores constantes nos cheques sejam efetuados pelo banco.

Também vale lembrar que o fornecimento de cheque impresso, tem por base um contrato entre o banco e o cliente (convenção de cheque), os bancos não são obrigados a fornecer módulos de cheques aos seus clientes.

O cheque não é um instrumento de pagamento de aceitação obrigatória, isto é, ninguém é obrigado a aceitar cheques como pagamento de qualquer bem ou serviço.

Agora que já sabe tudo sobre os cheques que existem em Portugal, escolha o melhor banco para colocar o seu dinheiro, podendo ler o nosso artigo que aborda o tema.

Partilhe este artigo
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Deixe o seu comentário
Subscrever
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments